Destaques
SEJA NOSSO APOIADOR, CONTRIBUA COM O NOSSO TRABALHO.
recent

TCU envia à PGR pedido de bloqueio dos bens de Sergio Moro

O ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Bruno Dantas enviou à Procuradoria-Geral da República (PGR), ao Ministério da Justiça e à Receita Federal o processo que apura suposto conflito de interesses na atuação do ex-juiz federal Sergio Moro junto ao escritório norte-americano de consultoria Alvarez & Marsal.


Moro foi contratado pela companhia em dezembro de 2020. A consultoria participa de processos de recuperação judicial de empreiteiras que foram alvos da força-tarefa da Lava Jato, operação em que Moro atuou como juiz.

No mesmo despacho, Bruno Dantas negou pedido feito pelo ex-juiz federal para arquivar a apuração do tribunal.

“Com o pedido de recuperação judicial, a empresa passou a deter como administradora uma empresa que posteriormente veio a contratar o juiz que homologou o acordo. Tal fato, que ao final das apurações pode se mostrar como lícito, no mínimo revela uma cadeia de coincidências que merecem um olhar mais atento daqueles que desejam que os negócios de estado sejam tratados às claras, e não em sigilo ou na coxia”, escreveu o ministro do TCU.

Ele pediu para o Procurador-Geral da República, Augusto Aras, para examinar a matéria e, “se entender ser o caso, determine as providências para a sua apuração, assim como quanto à pertinência do eventual bloqueio de bens pugnado pelo Ministério Público de Contas”.

A denúncia contra o ex-ministro da Justiça foi feita pelo subprocurador-geral Lucas Rocha Furtado, do Ministério Público de Contas.


Twitter: @Leitura_M

Twitter: @Leitura_M

Tecnologia do Blogger.