Visite a nossa pagina no facebook e confira videos e fotos dos principais momentos da cidade/ Uma em cada 10 pessoas pode ter contraído covid-19, aponta OMS/ Outubro Rosa: Sesap alerta para prevenção do câncer de mama e colo do útero/ TSE quer rebater notícias falsas via redes sociais durante eleições/ Bolsonaro sanciona lei que prevê até 5 anos de prisão para quem maltratar cães e gatos/
Destaques
SEJA NOSSO APOIADOR, CONTRIBUA COM O NOSSO TRABALHO.
recent

Governo do RN lança programa de segurança hídrica

Dentro dos próximos dois anos o Governo do Rio Grande do Norte vai conduzir o programa de segurança hídrica RN+Água. 320 mil famílias potiguares deverão ser beneficiadas pelo projeto, cujo orçamento é estimado em R$ 390 milhões, tendo como carro-chefe a perfuração de 885 poços tubulares em todas as regiões do estado. 


O programa RN+Água foi lançado na tarde desta quinta-feira (8), em Mossoró. A escolha da cidade para sediar o evento não foi aleatória. Mossoró, segundo maior município do RN, está encravada na região que mais sofre com o acesso à água no estado.

"A gente sabe o que significa a instalação de um equipamento como esse, fazendo que a água chegue a quem precisa. E não são apenas poços perfurados; vamos levar a bomba, a manutenção, os programas de educação ambiental para o uso sustentável da água", afirmou a governadora.

Em seu discurso, a chefe do Executivo estadual agradeceu aos parceiros do RN+Água. "Contamos com a parceria da bancada federal, a partir das emendas dos deputados Benes Leocádio, Natália Bonavides e Rafael Motta e do senador Jean-Paul Prates. Também agradecemos à Assembleia Legislativa, na figura do presidente Ezequiel Ferreira, que destinou várias emendas ao projeto", completou Fátima Bezerra. O programa ainda conta com verbas do Governo Federal.

AÇÃO CONJUNTA

O RN+Água é uma ação multissetorial do Governo. Vão atuar, sob a coordenação da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Humanos (Semarh), a Companhia de Águas e Esgotos do RN (Caern), as secretarias de Estado do Desenvolvimento Rural e da Agricultura Familiar (Sedraf) e da Agricultura, da Pecuária e da Pesca (Sape), o Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema) e o Instituto de Gestão das Águas do Rio Grande do Norte (Igarn). Ainda integram a ação entidades que representam trabalhadores e trabalhadoras rurais, agricultores familiares e sem-terra.

Enquanto a Semarh centralizará ações na zona rural, a Caern tomará conta dos investimentos nas zonas urbanas e novas adutoras. "Estamos aqui todos os órgãos juntos para fazer o RN+Água acontecer. Aproveito aqui para anunciar que na próxima semana vamos abrir o processo para a adutora do polo serrano, que vai de Apodi a Venha Ver, com mais R$ 250 milhões em investimentos", ressaltou Roberto Sérgio Linhares, diretor-presidente da Caern.

EDUCAÇÃO

O programa chega também com investimentos na preparação dos potiguares para o uso e reuso. "A ação não é meramente o poço pelo poço, mas para trazer dignidade às famílias. O desafio é fazer a integração para a gestão do uso da água na produção rural e no consumo humano, dentro da proposta de convivência com o semiárido", explicou Alexandre Lima, secretário da Sedraf. 

O lançamento do programa foi bem recebido pelas entidades do campo. "A falta de água é um dos problemas mais sérios que enfrentamos no campo, por isso ficamos muito satisfeitos de ver o Governo lançar programas dessa natureza", disse Manoel Cândido, presidente da Federação dos Trabalhadores Rurais do RN (Fetarn).

RN + ÁGUA em números:

R$ 390 milhões de reais em investimentos
320 mil famílias beneficiadas
885 poços tubulares públicos
243 dessalinizadores
580 barragens subterrâneas


COMPARTILHE:
Twitter: @Leitura_M

Twitter: @Leitura_M

Tecnologia do Blogger.