Feliz Natal e boas festas/ Acesse nossa web rádio em parceria com a Ativa Mais HD (MS), clique no play abaixo e aproveite o melhor da nossa programação/ Visite a nossa pagina no facebook e confira videos e fotos dos principais momentos da cidade
Destaques
SEJA NOSSO APOIADOR, CONTRIBUA COM O NOSSO TRABALHO.
recent

Governo do RN intensifica ações no enfrentamento à Covid-19

O Governo do RN intensificou as ações do Programa RN Mais Saudável a partir desta semana. A coordenadora de ações estratégicas e regionais da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), Teresa Freire, informou que muitas ações estão sendo realizadas pela administração estadual junto aos municípios visando reforçar as medidas de biossegurança e preventivas à população.


“Estas medidas efetivas possibilitaram o momento que hoje vivemos e que permitem dialogar sobre a retomada das atividades econômicas e sociais”, afirmou Teresa, para destacar a importância das iniciativas. Cento e vinte municípios estão incorporados à campanha e recebem ações de capacitação de professores, articuladores, diálogo através das mídias sociais, com eixos principais. O primeiro é sobre cultura da paz, visando fortalecer as redes de enfrentamento à violência nas suas diversas formas que se dá nos âmbitos privado, doméstico, nas ruas e institucional, no trânsito, às mulheres, ao idoso, crianças e adolescentes, segmentos vulneráveis como população de rua e quilombolas que não são atendidas pelos municípios.

O segundo eixo contempla ações para promover ambientes seguros e sustentáveis voltados para os trabalhadores e trabalhadoras com ações nas feiras livres e junto a comunidades de pescadores e pescadoras que precisam de atenção especial. As iniciativas do RN Chega Junto são realizadas pela Sesap em parceria com a Defesa Civil Estadual e secretarias diversas do Governo como Segurança Pública; Mulheres, da Juventude, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos; Desenvolvimento Rural e da Agricultura Familiar; e da Educação.

“Esta semana vamos realizar ações também junto ao setor do turismo, um dos últimos a ter retomada das atividades. Vamos realizar blitzen educativa nos municípios e fortalecer as ações integradas com os programas RN Mais Unido, RN Mais Protegido e Pacto Pela Vida que acontecem em diálogo com a sociedade, poderes, e parcerias com setores empresarias e com o Sistema S”, afirmou Teresa Freire na entrevista coletiva para divulgação das ações do Governo e atualização de dados sobre a Covid-19.

Uso correto da máscara

Ainda reforçando a atuação do Governo do Estado no combate à Covid-19, a Defesa Civil amplia o trabalho que já vinha realizando na entrega de máscaras e cestas básicas às populações mais necessitadas. O subcoordenador da Defesa Civil, Dalchem Viana, explicou que as ações realizadas dentro do programa RN Mais Protegido têm parceria com os 155 municípios onde há a Defesa Civil municipal.

Semana passada, juntamente com a Controladoria Geral do Estado (Control) a Defesa Civil concluiu a segunda fase da distribuição de 5 milhões de máscaras nos 167 municípios do RN. Também foi feita a distribuição de 110 mil máscaras nas regiões Seridó e Oeste, onde o a taxa de transmissibilidade é acima de 1. Também junto com a Control e com a Secretaria de Estado do Trabalho, Habitação e Assistência Social (Sethas) a Defesa Civil atual no atendimento às populações vulneráveis que também inclui apátridas e refugiados.

Dalchem Viana informou que no Brasil a ocorrência de pandemias é classificada no Código Brasileiro de Desastres como desastre natural. E por ser uma pandemia infecciosa viral, a Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Ministério da Saúde orientam o uso de máscaras. Além disso, alertou, “no Rio Grande do Norte foi decretado estado de calamidade pública que está em vigor. E o uso de máscara não é uma escolha, é obrigatório por determinação do Governo através do decreto 29.668 como uma das estratégias para preservar a vida no período da pandemia”, pontuou, para informar que a Defesa Civil também vai fiscalizar o uso correto da máscara, que deve ser usada cobrindo a boca e o nariz.

Dados

A atualização dos dados epidemiológicos nesta segunda-feira, 17, registra taxa geral de ocupação de leitos de 56%. Os pacientes internados são 361, sendo 174 em leitos críticos e 187 em leitos clínicos.

Por região, a ocupação de leitos é maior no Trairi (município sede São Paulo do Potengi – 66%), no Oeste (65%), Seridó (64%), Metropolitana de Natal (55%) e Pau dos Ferros (30%). As regiões do Mato Grande (município sede João Câmara) e Agreste (município sede Santo Antonio) têm todos os seus leitos disponíveis.

Há 4 pacientes na regulação aguardando leito, mas já com vaga certa; 10 aguardam transporte sanitário.

Os casos confirmados chegam a 57.898, os suspeitos somam 22.832, há 98.170 descartados, as mortes chegam a 2.081 (5 nas últimas 24 horas) e há 231 óbitos em investigação.

A subcoordenadora de vigilância epidemiológica da Sesap, Alessandra Luchesi também destacou a importância das ações integradas para atender populações vulneráveis. “São parcerias com os municípios para melhorar a condução dos gestores municipais”, registrou. Ela disse que ainda há um atraso na chegada das informações que devem ser envidadas pelos municípios à Sesap.

Outra preocupação da Sesap é em relação às regiões Seridó e Vale do Açu, onde os casos de infecção e óbitos são crescentes. “O Governo está em processo de contratação de 20 apoiadores para atuar diretamente nas regiões em apoio aos municípios na execução da estratégia de saúde da família para fortalecer as estratégias de enfrentamento à Covid elaboradas pelo Governo do RN ainda em janeiro” afirmou.

Alessandra alertou que “com o retorno às atividades econômicas e sociais parece que a vida voltou ao normal. Mas ainda é preciso manter as medidas protetivas, uso da máscara, higienizar frequentemente as mãos, evitar aglomerações e desinfetar superfícies. Uma simples coriza pode ser indicativa de Covid. As pessoas sintomáticas devem procurar o serviço de saúde, ficar em isolamento e as pessoas da família também devem ser acompanhadas, só assim vamos quebrar a cadeia de transmissão. Todos devemos ter senso de responsabilidade ativo, respeitar as medidas e orientar as pessoas do nosso convívio que não o fazem. Isso é importante e decisivo para sairmos dessa pandemia”, finalizou.

Assecom/RN
COMPARTILHE:
Twitter: @Leitura_M

Twitter: @Leitura_M

Tecnologia do Blogger.